Registar! Entrar

Colesterol e Triglicéridos

Image
Colesterol e Triglicéridos

O que são o colesterol e os triglicéridos?

O colesterol não é necessariamente algo negativo: é um composto orgânico presente naturalmente no nosso corpo, onde desempenha muitas funções essenciais. É uma molécula da família dos lípidos e da classe dos esteroides. É um componente central da membrana celular e é essencial para a síntese de vitamina D, de hormonas esteroides e de ácidos biliares.

Os triglicéridos são gorduras presentes no sangue e são o tipo mais comum de gordura dos alimentos. São os principais componentes do tecido adiposo, que é a massa gorda do nosso corpo. Nós acumulamo-los por duas razões: servem como uma reserva de energia e como isolamento térmico. O nosso organismo converte em triglicéridos as calorias ingeridas que excedam a necessidade imediata do corpo. Os triglicéridos são então armazenados em células adiposas e libertados por hormonas em caso de necessidade energética.


Colesterol e triglicéridos elevados: quais são os valores?

O colesterol desempenha um papel de extrema importância no funcionamento do nosso organismo, porém quando se encontra acima de um determinado valor, começa a representar uma séria ameaça à saúde do nosso corpo. Quase 90% do colesterol presente no nosso corpo é sintetizado pelo fígado, pelas glândulas suprarrenais e pelas glândulas sexuais. Os restantes (aproximados) 10% dependem da nossa dieta. Consideramos que o colesterol está elevado – condição designada por hipercolesterolemia – quando o valor da concentração sanguínea se estabelece acima de 200-250 mg/dl.

Valores elevados de triglicéridos representam uma alta concentração lipídica no sangue e são definidos como hipertrigliceridemia. Esta condição considera-se quando o valor se encontra acima de 200 mg/dl. 



Colesterol HDL e LDL: o que são?

O colesterol é uma gordura e, dessa forma, requer uma conexão das moléculas com proteínas específicas, designadas por lipoproteínas, para conseguir circular no sangue. Perto de 80% do colesterol liga-se a lipoproteínas de baixa densidade, originando o colesterol LDL, vulgarmente conhecido como “colesterol mau”. Esta designação decorre da tendência que este tipo de colesterol revela em acumular-se nas paredes internas das artérias, obstruindo-as. Em caso extremo, esta acumulação afeta, naturalmente, a saúde do coração ou do cérebro, podendo eventualmente conduzir a ataques cardíaco ou AVC.

O “colesterol bom” é aquele que se conecta a lipoproteínas de alta densidade, gerando o colesterol HDL que elimina o anterior das artérias. O bom colesterol deve representar pelo menos 30% do total.


Colesterol e triglicéridos: diferenças e semelhanças

Tanto o colesterol como os triglicéridos são lípidos, isto é, gordura. Contudo, não devem ser confundidos: o colesterol é uma gordura esteroide, enquanto os triglicéridos são uma molécula de glicerol ligada a três moléculas de ácido gordo – daí a designação de “triglicéridos”.

Para além de pertencerem à mesma família (gorduras), o colesterol e os triglicéridos também podem conduzir às mesmas consequências caso os seus valores excedam os limites. Tanto o colesterol alto como os triglicéridos elevados aumentam o risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares.


Sintomas e consequências da hipercolesterolemia e hipertrigliceridemia

Qualquer umas das condições não apresenta sintomas concretos, porém a longo prazo podem promover o desenvolvimento de doenças cardiovasculares, arteriosclerose e doenças do pâncreas. As consequências podem ser de facto perigosas, sendo que as duas condições integram aquela que é definida como Síndrome Metabólica, particularmente difundida no mundo ocidental. Esta é caracterizada pela presença de pelo menos 3 destes fatores:

• Hiperglicemia;

• Hipertensão;

• Hipertrigliceridemia;

• Hipercolesterolemia;

• Obesidade


Quais são as causas da hipertrigliceridemia e hipercolesterolemia?

Excesso de peso ou obesidade

• Estilo de vida sedentário

Hábitos alimentares incorretos

• Consumo excessivo de álcool

• Diabetes

• Hipotiroidismo

• Fatores genéticos

Tabaco

• Toma de alguns medicamentos 


Como baixar os níveis de colesterol e de triglicéridos 

Em alguns casos, para restabelecer os valores normais destes lípidos, é necessário recorrer a cuidados médicos especializados, no entanto, na maioria dos casos, estas condições estão fortemente relacionadas com o estilo de vida de cada um. A nutrição e o exercício físico são os dois principais fatores capazes de reduzir os níveis de colesterol e de triglicéridos.

Evitar o consumo de álcool, deixar de fumar e estabelecer um peso corporal saudável, são as melhores formas de prevenir a ocorrências destes problemas e de sofrer as suas consequências. Uma dieta equilibrada, rica em fibra, frutas, vegetais, cereais integrais e leguminosas é essencial e deve ser acompanhada de atividade física regular. Estes são os hábitos que devem ser implementados para reverter estas condições:

• Perder peso: a perda do tecido adiposo excessivo reduz o risco cardiovascular;

• Reduzir as porções: o excesso de calorias é convertido em triglicéridos;

Eliminar o açúcar refinado e reduzir os hidratos de carbono simples;

• Evitar gorduras saturadas e dar preferência a gorduras monoinsaturadas;

• Aumentar o consumo de fibra;

• Reduzir as proteínas animais e dar preferência a proteínas de origem vegetal.


Alimentação: superalimentos na redução do colesterol e dos triglicéridos

Quando os valores destas gorduras se encontram elevados, é particularmente importante conseguir restabelecer uma percentagem adequada de massa gorda. É evidente, portanto, como a nutrição desempenha um papel central na prevenção e tratamento dessas perigosas condições de saúde. Alguns superalimentos podem ser benéficos no controlo e tratamento destas condições, já que ajudam na perda de peso e na integração natural de algumas substâncias essenciais na limpeza das artérias.

A vitamina B3 e o ómega-3 são cruciais neste sentido, tal como as fibras são importantes. Existem também várias alternativas saudáveis ao açúcar branco que podem ser benéficas para reduzir o excesso calórico. 

Açúcar de Coco: é o açúcar mais sustentável do mundo; é saudável e tem um sabor delicioso.

Xilitol: adoçante natural saudável com baixo índice glicémico.

Despertar de Buda: mistura de pequeno-almoço que nutre e sacia, evitando o consumo de calorias excessivas ao longo da manhã. Com alto teor em minerais, vitaminas e ómega-3, os produtos desta gama são excelentes para controlar e perder peso.

Aveias Germinadas: toda a gama de aveias da Iswari possui um alto teor em fibra, auxiliando na perda de peso ao promover uma sensação de saciedade.

Sementes de Chia: naturalmente ricas em ómega-3, são úteis e benéficas na limpeza das artérias.

Mix Ómega-3: como o nome indica, é uma fonte natural e saudável destes preciosos ácidos-gordos essenciais.

Cânhamo: as sementes, fibra e proteína de cânhamo são excelentes fontes naturais e equilibradas de ómega-3 e 6, de alto teor em fibra e proteína vegetal.

Matcha: este fino e delicado chá verde ajuda a reduzir o colesterol, particularmente o LDL (“colesterol mau”).


Também podes gostar