Registar! Entrar

Dieta Paleo: O Regresso A Uma Alimentação Mais Natural

Image
Dieta Paleo: O Regresso A Uma Alimentação Mais Natural

Com o passar dos anos a nossa sociedade evoluiu e a alimentação foi mudando. Passámos de comer “o que a terra nos dava” a ingerir altas quantidades de alimentos processados: hambúrgueres, batatas fritas, bolos industriais, sumos de pacote, chocolates que têm tudo menos cacau, muito açúcar refinado e poucos nutrientes.


Esta mudança radical de alimentação fez que o nosso organismo desenvolvesse várias doenças intimamente relacionadas com a forma como comemos. Foi por isso que nasceu a “dieta paleo”. Como o seu nome indica a proposta é “recuperar a alimentação de antes”. Ou seja, comer só alimentos que se encontrem no meio natural e que não sejam processados. E o que é que comiam os nossos antepassados? Frutas, verduras, raízes, tubérculos, frutos secos, sementes e azeites vegetais. Além disso, comiam também alimentos de origem animal como carnes magras, ovos e peixes.


A consultora gastronómica Joana Moura e autora do livro “30 dias para mudar de vida”, explica que descobriu esta dieta há 5 anos quando, depois da gravidez, quis cuidar mais da alimentação e entender como funciona o nosso organismo. Chegou assim à dieta paleo, um regime alimentar adaptado à nossa genética: “Está sustentado em alimentos frescos, sazonais, dando preferência aos alimentos biológicos, proteína de animais de pasto e pesca sustentável. É um regime alimentar “fora da caixa”, onde não entram alimentos processados e que nos nutre profundamente, proporcionando a regularização intestinal, absorção máxima de nutrientes que naturalmente nos proporciona uma auto-cura e nos permite atingir o peso ideal”.


A dieta paleo e uma dieta rica em proteínas e gorduras saudáveis e com poucos hidratos de carbono. Estas são algumas das suas vantagens:


Ajuda a manter a forma e ter uma vida mais saudável

Não é preciso contar calorias nem pesar os alimentos. Dentro das pautas da dieta, podemos comer sem restrições

Ajuda a lutar contras as doenças causadas pela nossa alimentação actual como é caso da obesidade, o cancro, as diabetes, as doenças do coração, o Parkinson e o Alzheimer, a depressão, infertilidade, patologias que geram doenças autoimunes ou acne e inflamações.

Esta dieta não tem glúten e, portanto, é apta para celíacos

Diminuí o apetite e acelera o metabolismo

Reduz o colesterol mau e os triglicéridos do sangue e aumenta o colesterol bom

Ajuda ao correcto funcionamento do aparelho digestivo


No entanto, devemos ter alguns cuidados com a dieta paleo. Nesta alimentação (assim como em qualquer outra!) é importante planear bem as comidas e organiza-se. A principal crítica a esta dieta é o excesso de proteína e as consequências que isso pode ter para o nosso organismo (e para os rins em particular). É comum também a carência de algumas vitaminas como a vitamina D. E é aqui onde os superalimentos jogam um papel fundamental: seja para aumentar a nossa sensação de saciedade, para dar mais vitalidade ou para ajudar a suprir algum deficit de nutrientes que possa ter a dieta


Estes são os superalimentos que devemos ter na nossa despensa se optamos por fazer a dieta paleo:


1 - Matcha – Este pó verde é um aliado perfeito para todos os que queiram perder peso já que acelera o nosso metabolismo. Tem 70 vezes mais antioxidantes que um sumo de laranja e 9 vezes mais betacarotenos que o espinafre. Além disso é um bom energizante. Ao contrário do café, com o chá Matcha conseguimos uma energia que dura durante muito mais tempo.


2 - Ómega 3 – Uma das características desta dieta é a alta ingestão de ácidos gordos. Uma boa parte dos alimentos que ingerimos na dieta paleo (como sementes, nozes, ovos, etc) têm um alto teor de ómega 6 mas muitas vezes não conseguimos consumir todo o Ómega 3 que o nosso corpo necessita (é importante para o organismo manter o equilíbrio entre ambos). É por isso que as sementes de Chia devem estar sempre por perto. Contém uma grande quantidade de ómega 3, potásio e ferro. Regulam os níveis de açúcar do sangue e ajudam a perder peso. Na Iswari podes comprar Sementes Chia ou se preferes temos também o nosso Mix Omega 3, criado a pensar naqueles que precisam de uma dose extra de ácidos gordos.


3 - Cacau – É um dos alimentos indispensáveis da dieta paleo. O cacau cru traz muitos benefícios à saúde: é antioxidante, melhora o fluxo sanguíneo e tem o chamado “neurotransmisor da felicidade”. Além disso, o seu sabor a chocolate é perfeito para usar em sobremesas saudáveis como trufas, gelados ou batidos. Pode ser consumido em ou em Nibs


A consultora gastronómica Joana Moura propõe no seu livro “30 dias para mudar de vida” um plano Detox de um mês: “Depois desses 30 dias percebemos o tão bem que nos sentimos no período do detox e conseguimos avaliar quais os grupos de alimentos que não nos fazem bem e que deterioram a nossa saúde”. Joana Moura assegura que depois desses 30 dias muitas pessoas sentem-se tão bem que decidem mudar para sempre a sua alimentação. E você? Já pensou em fazer esta dieta?