Registar! Entrar

Iswari SuperFood

Eletrólitos, será que são assim tão importantes?

Image
Eletrólitos, será que são assim tão importantes?

Um dos pontos chave para uma boa performance é a hidratação e os eletrólitos desempenham um papel chave. Mas serão assim tão essenciais?


Depois de uma sessão de treino todos sabemos que devemos reforçar os eletrólitos. O que por vezes significa bebidas de desporto, carregadas de açucares ou até de químicos nocivos. Depois de todo o esforço, é mesmo isso que queres oferecer ao teu organismo como recompensa?

Estar bem hidratados antes de uma competição e durante a mesma, é essencial para uma boa performance. Porquê? O nosso organismo é composto por aproximadamente 65% a 70% de água, sendo os músculos são compostos por 70% a 75% e o plasma sanguíneo cerca de 95%. Quando treinamos em ambientes húmidos ou quentes um dos principais causadores de fadiga está associado com a desidratação e hipertermia. Contudo, quando o exercício decorre em climas mais moderados, a disponibilidade de, por exemplo, hidratos de carbono, torna-se o principal fator que pode influenciar o cansaço.


Mas afinal, o que são eletrólitos? 

De uma forma simples são minerais. Quando os eletrólitos estão no nosso organismo (cálcio, potássio, magnésio e sal), dissolvem-se em cargas positivas e negativas. Estas cargas possuem duas funções principais: regular o fluxo da água dentro e fora das células e ativar impulsos nervosos. Sem os eletrólitos as nossas células encolheriam e morreriam. Ou explodiriam de tão cheias. De acordo com Débora Mingates, responsável pelo departamento de nutrição Iswari, “as suas funções passam pelo transporte de água para dentro das nossas células e também pelos impulsos elétricos do nosso corpo, que por sua vez são importantes para os movimentos musculares, para o funcionamento de órgãos vitais e também para uma hidratação eficiente. Quando suamos, perdemos água e eletrólitos como o sódio, potássio, cálcio, magnésio, fósforo e cloro. Sem a quantidade certa destes nutrientes no organismo, não conseguimos reter e manter os níveis recomendados de água, que perdemos durante um treino ou num dia mais quente, o que pode levar a desidratação”.

Porque é que o teu PT te manda hidratar depois do treino?

Quando treinamos os eletrólitos depositam-se nas nossas glândulas sudoríparas, que são responsáveis pela produção do suor e importantes para regular a temperatura do corpo e eliminar substâncias tóxicas. A água segue os eletrólitos e à medida que as glândulas ficam cheias libertam a mistura salgada na nossa pele. Com a evaporação da água sentimo-nos mais frescos. O teu treinador manda-te hidratar depois do treino porque se perder demasiado eletrólitos pode ter influência na pressão arterial, na respiração e muito mais. Afinal, já todos o sentimos: o cansaço instala-se, ficamos com a boca seca, as pernas pesadas e tontos quando estamos de pé. Tudo sinais de desidratação.


Posso beber qualquer coisa?

O conselho é ótimo, mas é preciso ter cuidado com o que escolhes. No entanto, um dos problemas de consumirmos só água é que a sua falta de sabor se torna um dissuasor. Estudos vieram demonstrar que quer sejamos um atleta de competição ou um desportista recreativo ficamos aborrecidos de consumir só água e acabamos por só repor 30 a 70% dos fluidos que perdemos durante o exercício. Contudo, bebidas de desporto, carregadas de açúcar, nunca são uma boa opção. Podes escolher água ou uma bebida natural, sem quaisquer aditivos ou químicos, como a água de coco em pó Super Vegan Hydrate, que te oferece uma concentração de minerais elevada, sem gordura e só com os açucares naturalmente presente. E, se quiseres levar a tua hidratação a outro nível, podes ainda escolher a Super Vegan Hydrate com Acerola, um blend de eletrólitos, com um alto teor em potássio,  vitamina C e E, para tomar antes, durante e após o treino.


Se quiseres saber mais sobre hidratação, podes ir aqui.