Registar! Entrar

Pele, Unhas E Cabelo

Image
Pele, Unhas E Cabelo

Pele: O que é e para que serve?


A pele é o maior órgão do nosso corpo. É um tecido contínuo e elástico que se estende por 2m2 e pesa cerca de 10Kg. A pele é dividida em três camadas principais: epiderme, derme e hipoderme. 

A epiderme é a camada mais externa, a qual nós reconhecemos como a nossa pele, com pigmentação diferente dependente da nossa etnia. A epiderme tem três principais funções: produzir vitamina D3, proteger o nosso corpo de organismos patogénicos e ajudar na regulação da temperatura corporal.  

A epiderme produz um manto hidrolipídico fino – uma camada leve de sebo – que, juntamente com a pigmentação e queratinização, constitui a principal barreira perante o ambiente externo.

A derme é a camada intermédia, onde se localizam os nervos e vasos sanguíneos. A sua função é suportar a estrutura da epiderme e fornecer-lhe os nutrientes e produtos necessários para a produção do sebo protetor. 

Por fim, a hipoderme é a camada mais interna da nossa pele, rica em inervações e capilares sanguíneos. É um tecido adiposo que representa a nossa reserva de gordura e, consequentemente, de energia. 

A hipoderme, para além de constituir uma reserve energética, desempenha funções importantes também:

É uma excelente isoladora e reguladora da temperatura corporal

Influencia o metabolismo ao libertar substâncias hormonais

Protege o nosso corpo de lesões graves

Molda a nossa aparência

No entanto, a pele também possui uma função sensorial: o tacto, na verdade, é o sentido que lhe associamos. A pele recebe os estímulos e envia-os até ao cérebro, que por sua vez descodifica e interpreta a informação e reage em conformidade, relativamente à temperatura, vibração, dor ou pressão.

E, por fim, ainda nos protege da perda de fluídos e desidratação, regulando a transpiração. 



As propriedades da nossa pele


A pele do nosso corpo possui únicas e extraordinárias propriedades: É capaz de regenerar após uma cicatriz e adaptar-se a variações no peso corporal ao longo dos anos. Entre os principais atributos, revela-se uma notável elasticidade, que depende em grande parte na saúde da pele. Este órgão é, sem dúvida, extremamente importante e complexo: inclui desde nervos e vasos sanguíneos a glândulas, pelos e cabelo. 

A elasticidade da pele, ou a sua tonificação, depende essencialmente destes dois fatores: por um lado o envelhecimento, que altera todos os componentes e funcionalidade da nossa pele e, por outro, os fatores ambientais que podem consideravelmente acelerar o envelhecimento da pele e, assim, afetar a sua elasticidade.



O envelhecimento da pele


As principais causas de uma pele em envelhecimento dependem quer da genética, quer de fatores externos associados ao ambiente que nos rodeia. 

No primeiro caso, o avanço natural da idade produz algumas alterações. Em particular, a estrutura das proteínas que constituem a derme, conhecidas como colagénio e elastina, é alterada. Estas proteínas são gradualmente produzidas em menores quantidades e a sua dimensão também vai diminuindo. A derme, por conseguinte, torna-se ao longo do tempo mais fina e a pele começa a ceder visivelmente, tornando-se tendencialmente mais flácida e enrugada. 

A epiderme torna-se cada vez mais frágil, menos funcional e as células mortas ficam acumuladas, causando a perda de homogeneidade da textura e pigmentação. A perda de elasticidade é portanto gradual e diferente em cada um de nós. Existem também vários fatores no ambiente que nos rodeia que podem afetar, particularmente a radiação solar, a poluição, fumar e entre outros hábitos.



A saúde da pele, unhas e cabelo


O envelhecimento da pele e a perda de elasticidade dependem grandemente dos hábitos associados ao nosso estilo de vida e da forma como cuidamos ou descuramos a nossa pele. Mas também para o cabelo e para as unhas a situação é muito semelhante. Na verdade, é uma questão de manter a hidratação dos tecidos e a devida nutrição e cuidados diários.  

Em primeiro lugar, devemos o mais possível manter-nos longe de qualquer forma de poluição – causa direta do stress oxidativo das células, conduzindo-as a uma morte prematura. Os radicais livres são a primeira causa do envelhecimento da pele e de todos os nossos tecidos. O tabaco, o álcool e uma alimentação desequilibrada também afetam negativamente a saúde da pele.



Pele saudável e radiante: o que comer?


A pele requer uma hidratação interna constante e diversos nutrientes para a manter ativa e saudável. Seguem-se alguns nutrientes que suportam as suas funções e a protegem:

Água: a hidratação adequada é o primeiro passo para manter a nossa pele saudável.

Vitamina A: estimula a regeneração celular e fornece um antioxidante essencial, o retinol.

Vitamina E: regula a absorção de outras vitaminas, incluindo a vitamina A, porém é também um potente anti-inflamatório e antioxidante.

Selénio: protege a pele dos radicais livres. 

Licopeno e carotenoides: protegem a pele da radiação solar.

Ómega-3: a carência deste ácido gordo insaturado causa acne, pele seca e psoríase. 

Antioxidantes: a vitamina C, os flavonoides e outras substâncias naturais estimulam a circulação e assim nutrem a pele e protegem-na contra os radicais livres e o envelhecimento.  



Os superalimentos e a pele: amigos para sempre


A Mãe Natureza oferece-nos uma fantástica variedade de frutos, raízes e plantas de todos os tipos, ricos em nutrientes para a nossa pele. Quais são os melhores?

Matcha: com alto teor em antioxidantes e clorofila, este tipo de chá verde – resultante dos brotos da planta – assegura uma absorção rápida das vitaminas e minerais, graças à sua maior disponibilidade. É também excelente para criar máscaras de beleza pelas suas propriedades purificantes e antioxidantes. 

Açaí: esta baga amazónica rica em antioxidantes estimula a microcirculação e combate o envelhecimento da pele. 

Camu Camu: este fruto acídulo deve a sua coloração laranja à presença abundante de betacaroteno mas é reconhecida como a maior fonte de vitamina C do planeta!

Bagas de Goji: são agora conhecidas por toda a gente! São ricas em antioxidantes e licopeno, fantásticos aliados na saúde da pele. 

Spirulina: com alto teor em vitamina A, antioxidantes e betacaroteno, esta alga é excelente para eliminar toxinas que ameaçam a saúde da nossa pele; pode ser também usada numa máscara facial caseira!

Moringa: a árvore milagrosa utilizada durante milénios para produzir água potável em diversos países africanos, é também uma excelente parceira da nossa pele pela sua abundância em vitaminas. 

Sementes de Chia e Mix Ómega-3: reforçar estas gorduras insaturadas na alimentação é essencial para nutrir a pele e evitar inflamações!

Também podes gostar