Registar! Entrar

Por Que Devemos Incluir O Trigo-Sarraceno Na Nossa Alimentação?

Image
Por Que Devemos Incluir O Trigo-Sarraceno Na Nossa Alimentação?
Esquecido durante décadas, este pseudocereal isento de glúten está de volta à ribalta graças às suas propriedades nutricionais únicas. Descobre connosco, neste artigo, porque é que este alimento nunca deve faltar nas nossas mesas!

O trigo-sarraceno tem vindo a ser um ingrediente indispensável na alimentação humana durante séculos, quem sabe milénios. Era um dos “cereais” mais consumidos na Idade Média, quando necessária a substituição do trigo comum. O seu nome transporta imprecisão e muita história ao mesmo tempo.

De facto, o trigo-sarraceno não é um cereal. É considerado como tal porque as suas características se assemelham aos cereais que conhecemos, ainda que seja sim pertencente a uma família de plantas distinta. O trigo-sarraceno é uma planta selvagem que sempre cresceu na Sibéria e na Manchúria e que foi introduzida no Oeste da Europa na Idade Média.

A denominação de “trigo-sarraceno” deriva da história da sua importação. De acordo com alguns historiadores, de facto, este pseudocereal foi transportado para Itália pelos Sarracenos, isto é a população que na altura habitava a peninsula arábica e a Turquia.

Após séculos de enorme sucesso, o trigo-sarraceno caiu em desuso em consequência da sua produtividade reduzida em comparação com o trigo. No entanto, atualmente o trigo-sarraceno regressou para ser um protagonista da Nutrição, por duas razões: é facil de cultivar e possui propriedades nutricionais excepcionais.

Trigo-sarraceno: Quais as propriedades nutricionais?

Seguem-se 10 boas razões para incluir o trigo-sarraceno diariamente na nossa alimentação:

1. Não contém glúten, constituindo uma excelente opção para os celíacos e intolerantes. Graças a esta característica (e outras propriedades) o trigo-sarraceno é particularmente digerível.

2. Contém os 9 aminoácidos essenciais que o teu organismo precisa para as suas funções vitais e que representam os tijolos das nossas células.

3. As suas proteínas tem um alto valor biológico, ou seja, possuem elevada quantidade de aminoácidos e ao mesmo tempo estes são assimiláveis e digeríveis.

4. Em comparação com os cereais, o trigo-sarraceno contém elevadas quantidades de lisina, um aminoácido muito importante para a saúde da pele, dos tecidos e do nosso sistema imunitário. É um dos componentes do colagénio e da queratina!

5. Contém imensas fibras, que promovem a regularidade do sistema intestinal e estimulam a saúde da microflora.

6. O trigo-sarraceno tem alto teor em vitaminas e minerais, especialmente potássio e vitaminas B.

7. Possui um índice glicémico baixo, que evita picos na glicémica, o que o torna uma excelente opção para diabéticos e crianças. O consumo de trigo-sarraceno diminui a glicémia nos diabéticos.

8. Contém a preciosa rutina, um antioxidante (polifenol) que reduz a inflamação e diminui a pressão arterial.

9. Comer trigo-sarraceno regularmente diminui omau colesterol” (LDL).

10. De acordo com um estudo de 2005, a enzima tripsina presente no trigo-sarraceno possui efeitos antibacterianos e pode proteger-nos contra a diabetes e hipertensão.


(fonte: Healthline.com)

Todos estes benefícios nutricionais constituem a razão pela qual as nossas gamas Despertar de Buda e Pequeno Buda possuem o trigo-sarraceno como base, inserindo a melhor versão orgânica deste ingrediente, moído a frio. Os nossos Pequenos-Almoços são instantâneos e preparam-se em apenas 1 minuto: basta misturar 3 colheres de sopa da mistura com bebida vegetal fria ou quente, água ou iogurte! Assim se obtém uma papa super nutritiva e cremosa para iniciar o dia em grande. Experimentem os diversos sabores: cada um deles tem um superalimento diferente como protagonista.