Registar! Entrar

Regresso às aulas: Como afeta a dieta das crianças?

Image
Regresso às aulas: Como afeta a dieta das crianças?

O primeiro dia de aulas está quase a chegar! Algumas crianças estão entusiasmadas e outras assustadas. E o mesmo acontece com os pais. Mas há uma questão que afeta a todos: qual vai ser o impacto do regresso às aulas na dieta das crianças?

Hábitos de verão e regresso ás aulas: o que muda na alimentação?

A maioria das crianças e adolescentes que vão à escola vive o verão como meses sem regras e compromissos e como um momento de diversão e relaxamento. Todos temos boas lembranças de infância desses meses!

As férias de verão rompem todas as rotinas dos nossos filhos e isso aplica-se também à comida. Durante o ano letivo, as crianças têm os dias marcados pelos horários das aula, lanches e refeições, mas também pelo horários das atividades extracurriculares, como o deporto, a música, etc.

No verão todos esses ritmos e compromissos mudam e, como consequência, a alimentação também muda. 

Muitas crianças comem menos no verão ou, pelo menos, não consomem todos os nutrientes necessários. Muitos substituem a dieta saudável pelos gelados, doces e fast food. Mas, não há problema. A escola vai fazer que a vida volte à normalidade!

Sabemos bem que para muitas crianças e jovens a alimentação saudável e equilibrada pode ser difícil de manter e até “aborrecida”. É por isso que os adultos devem orientá-los e deixá-los descobrir como a alimentação saudável é boa para a saúde, tanto do corpo quanto da mente, e é essencial para o seu crescimento.

O que as crianças devem comer antes de irem para a escola?

A primeira refeição do dia é essencial: o nosso corpo precisa de muitos nutrientes para enfrentar os desafios das primeiras horas do dia. Para aquelas crianças que vão à escola, esses desafios são tanto físicos como intelectuais. O ideal é que o pequeno-almoço, ajude a criança a estar concentrada, ativa e, ao mesmo tempo, calma. 

Para isso, o pequeno-almoço dos mais pequenos deve ser:

  • Sem açúcares refinados: causam picos glicémicos que são perigosos para a saúde e afetam o comportamento das crianças. Podem gerar ansiedade e diminuir a concentração. Açúcares sim, mas devem ser saudáveis!
  • Sem cafeína: a maioria das crianças toma de manhã uma preparação de chocolate e cacau. São misturas que têm muitos açúcares refinados e gorduras saturadas. E, além disso, muitas contêm cafeína, uma substância que causa dependência e não ajuda o crescimento.
  • Sem glúten: o glúten é de difícil digestão, pode causar sonolência, fadiga e ansiedade.
  • Vegan: começar o dia com uma refeição sem proteínas animais só traz vantagens - não pesa a digestão e dá energia.
  • Rico em vitaminas, minerais e fibras para uma sensação de saciedade e para apoiar todas as funções do corpo.


Todos os nossos produtos de pequeno-almoço são sem açúcares refinados (alguns sem adição de açúcares), sem cafeína (ou com um teor muito baixo devido a ingredientes como o cacau cru), sem glúten, vegan e super nutritivos. Também são instantâneos e podem ser preparados em apenas alguns minutos, adicionando bebida vegetal, iogurte ou água.

Tanto o nosso Despertar de Buda, como a Aveia Divina e o Pequeno Buda, são perfeitos para o pequeno-almoço das crianças, já que são fáceis de digerir, e dão-nos energia durante muito tempo.

Regresso às aulas: o que lanchar

Ao contrário do almoço, que normalmente é dado pela escola, o lanche é geralmente responsabilidade dos pais. O que devemos dar aos nossos filhos para o lanche?

Na Iswari recomendamos que os pais optem por frutas e vegetais sazonais, que podem ser acompanhados por uma das nossas práticas barras energéticas de Despertar de Buda, cujos ingredientes principais são as tâmaras, os cereais sem glúten, sementes, nozes e superalimentos deliciosos, como o Cacau cru, o açaí e a maca.

Bom regresso às aulas para todos os alunos: crianças, jovens e idosos!