Registar! Entrar

Sistema Imunitário e o Aparelho Digestivo

Image
Sistema Imunitário e o Aparelho Digestivo
O aparelho digestivo (a.d.) desempenha um papel fundamental para o sistema imunitário.

A seguir à pele, o a.d. é o principal contacto do nosso corpo com o mundo exterior e responsável por incontáveis funções estruturais para a nossa vida. Por isso, o a.p. tem um número elevadíssimo de células imunitárias. Cerca de 70% destas células encontram-se no a.d., por forma a proteger-nos dos agentes patogénicos exteriores.

O conhecimento desta realidade, leva-nos a uma simples verdade: ter um sistema digestivo saudável significa ter um sistema imunitário forte.
E o inverso também é verdade, ie, um a.d. fraco, enfraquece ou potência o enfraquecimento do sistema imunitário. 

A nossa sociedade, infelizmente fruto da uma enorme alteração da sua dieta tradicional, para dietas extremamente calóricas e desprovidas de nutrientes, tem potenciado patologias a que eu chamo, a patologia da boca! E porquê? Porque nós (diria quase todos nós, ou nós, como sociedade) inebriados pela “doçura” dos “novos alimentos”, temos vindo a pagar um preço muito caro por esses erros. E se o nosso a.d. sofre, o sistema imunitário enfraquece, ou seja, abrimos os portões a toda a espécie de bactérias e vírus, daí o aparecimento de doenças, nomeadamente as autoimunes.

E  é tão fácil conseguirmos melhorar a flora intestinal. Basta seguir umas simples regras e verificamos melhorias imediatas! É preferível agirmos de forma preventiva em vez de agirmos de modo reativo e desesperado, recorrendo , por exemplo, a antibióticos, que, paradoxalmente, curam, mas pioram o a.d. e o sistema imunitário (enfim, não vale a pena falar deste assunto porque a maioria das pessoas que lê este artigo sabe bem as consequências dos antibióticos).

Para melhoramos o nosso a.d. e, consequentemente o sistema imunitário devemos considerar o seguinte (simples guia que vai certamente melhorar imensamente os seus níveis de energia e bem estar):

1 – Acorde de manhã e pense: hoje o dia vai correr bem. Um pensamento bonito logo pela manhã ajuda a inspirar o nosso dia.

2 – Tome em jejum Curcuma com pimenta preta, adicione uma colher de chá de azeite (gordura monosaturada) e misture com o seu leite preferido e uma colher de chá de xarope de ácer (para o caso de ser mais guloso, tem aqui uma excelente e saudável opção, assim como o nosso açúcar de coco).

3 – Ingerir alimentos simples, não processados e naturais, de preferência isentos de glúten, soja e lacticínios.

4 – Não esquecer uma regra de ouro: 200g de verdes por dia. Pode fazê-lo de uma forma muito simples, ingerindo de manhã no seu sumo verde, comer uma salada ao almoço e uma sopa com folhas verdes à noite. Adicione Spirulina ou Clorela à sua sopa e ao sumo verde, multiplicando enormemente os níveis de clorofila no seu organismo.

5 – Ingerir carne/peixe com moderação. Evite comer carne e peixe ao jantar, se o fizer, nunca mais de 150g. Lembre-se que o a.d. à noite precisa de descanso. A partir das 18.00h o corpo entra em fase de “descanso” e desintoxicação do dia. Dê a oportunidade ao seu organismo de “limpar o templo”, ingerindo alimentos saudáveis e de fácil digestão.

6 – Todos os dias, faça um exercício muito simples: durante 5 minutos, deitado coloque as suas mãos na zona do umbigo e inspire e expire fazendo força nessa região (puxe os tornozelos para trás e sinta a região lombar toda a contrair, tanto na inspiração como na expiração).

Cuide do seu intestino, cuide de si ☺